Criando caixa de seleção com validação de dados

Uma caixa de seleção de dados é bem comum de ser visto em sites pela internet. São aqueles campos que apresentam uma flecha ao lado e quando clicada apresenta um lista de opções e você só precisa selecionar a desejada sem ter que digitar nada.

O Excel tem esta mesma funcionalidade e além de acelerar o preenchimento de algum campo também impede que o usuária insira algum dado incorreto ou inválido na célula.

Veja então como criar um caixa de seleção.


Caixa de seleção com Validação de Dados

Temos abaixo uma tabela (utilizada no artigo PROCV turbinado com CORRESP, clique aqui para ver) onde queremos facilitar a vida do usuário na hora de selecionar o Indicador e o País que deseja visualizar a informação a ser exibida no campo Resultado.

Validação de dados (1)

Para isso, nos campos Indicador País, nas linhas 2 e 3 respectivamente, utilizei um recurso do Excel chamado Validação de Dados que cria uma caixa de seleção, que sempre que quiser olhar outro indicador ou país não precisarmos digitar todo o nome deles, apenas selecioná-los.

Veja abaixo como criar essas caixas de seleção.

Validação de dados (2)

  1. Selecione a célula onde deseja fazer a Validação de Dados.
  2. Vá na aba Dados do menu principal do Excel.
  3. Clique no botão Validação de Dados.
  4. No primeiro campo da janela que se abrirá selecione Lista.
  5. Selecione qual o intervalo de células possuí os dados que entraram na lista de seleção.
  6. Os dados aparecerão em pontilhado na planilha.

Feito esses passos basta apertar o OK e está pronto, quando você selecionar novamente o campo País, aparecerá uma setinha para que selecione uma das opções, bastante prático.

O mesmo foi feito para o campo Indicador, porém o intervalo utilizado foi de B6:I6.

No campo Resultado existe um fórmula que combina as funções PROCV CORRESP que busca o dado na tabela que corresponde ao país e ao indicador selecionado, para saber mais clique aqui.


Acompanhe o Função Excel
facebook-logo youtube-logo googleplus-logo twitter-logo

E aí, o que achou?